Textos


ASAS DE LIBERDADE
 
Sou como pássaro,
ávido por espaço para lançar-se,
brisa para plainar e
penas para agasalhar-se.
 
Sou como o girassol em busca
de sol para acalentar-se,
húmus para nutrir-se e
vento para desgarrar-se.
 
Sou como sou,
para além dos estigmas,
das amarras, dos nós que enforcam,
dos afetos doentios.
 
Sou de ninguém,
nem do sol, nem da lua;
nem do vento, nem das estrelas.
Sou o que sou, tão somente sou.

[Poema publicado na Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - v.141; p.18; Outubro de 2016 - CBJE]
Gabriel Joerke
Enviado por Gabriel Joerke em 02/12/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.gabrieljoerke.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários